Você é o curioso...

    contador de acesso grátis
    ...
    ''O direito a ser iguais, quando a diferença nos inferioriza; o direito a ser diferentes, quando a igualdade nos descaracteriza''.

Informação geral.


Depois de algum tempo tendo problemas com o blog, hoje dia 17 de Setempro de 2013 eu consegui arrumar o lealt e o template. Estarei postando alguns textos que já tenho pronto. E para deixar bem claro, todos os textos que aqui são postados são registrados por data e hora de postagem pelo blogspot que faz parte do google.com. Os textos que não são de minha autoria terão o nome do autor em baixo do texto em questão. Já os que não têm nome por logica devera ser os meus. Espero que gostem do blog, e agradeço se puderem comentar as postagens.

Grato: Welder Campos Rodrigues.

A Blogosfera!




Eu estava olhando o Blog e pensando nas suas fases...
Houve um tempo em que ter um Blog estava na moda, quase todo mundo queria ter um. Criaram Blog's de citações, românticos, autorais, de viagens... Enfim, de todos os estilos. Foi passando o tempo, e hoje eu vejo que essa moda passou.
Creio que por causa do Facebook, do Tumblr ou até mesmo, por causa de vídeos que algumas pessoas gravam para postar no You Tube.
Várias pessoas perderam o interesse e abandonaram os seus Blog's, o que foi uma pena, porque tinha muitos Blog's interessantes. Me lembro que tinha Blog's que eu esperava ansioso para ver as novas postagens... E hoje em dia, eles estão desativados.
Com tudo, eu ainda gosto do Blog, acho uma maneira interessante de compartilhar pensamentos. Porém, devido a falta de tempo e de criatividade, tenho postado pouco. Mas estou sempre olhando e acompanhando os alguns Blog's que gosto, apesar de nem sempre comentar as postagens.
Não pretendo abandonar a Blogosfera, e espero que vocês também não abandonem, bom isso se algum ainda der ou vive aqui nesta Sociedade.
Não faz sentido deixar de lado algo que por tanto tempo me trouxe alegrias. Enquanto houver sentimentos, irei continuar compartilhando coisas que vêm do meu coração!






Guardo no vazio do meu bolso o dinheiro que não tenho,
no vazio do quarto a cor que não criei.
No vazio da folha o poema que nunca aprendi a escrever.
No vazio dessas gaiolas penduradas por toda a sala eu guardo a mim,
sonhos nunca sonhados, frases já mais ditas.
Guardo toda vez que esbarrei com olhos gentis num café nas ultimas horas do dia, guardo toda vez que meu telefone tocou com uma noticia boa.
Guardo nas minhas gaiolas o vôo que nunca dei,
abraço que recebi.
Guardo mais: Guardo o que sou e não soube explicar,
guardo o que não cabe dentro das minhas costelas.
E são, minhas costelas, a maior gaiola viva que guarda o maior vazio vivo. 



É triste eu sei, mais eu tenho medo de te perder.



Não nascemos pra ser o que realmente somos.
No âmago, no fundo do poço, por trás dos meus olhos, no meio das costelas gritando na pele, debaixo das unhas ruídas de ansiedade, no segredo das horas que não te trazem eu sou solidão.
Eu sou a solidão e o frio sólido do teu olhar que foge do meu, da tua voz que lembra o mar. Do teu ar de paz e maresia que me envolve depois de percorrer todo oco que nos separa, depois de percorrer todo o silêncio e toda a vontade que irradia de nós se debatendo no vazio e nos acertando como uma colisão caótica, estranha. 
Dói só quando eu lembro que você é tão estranho quanto eu e lembro que nos encaixamos na cor dos olhos, no breu do cabelo e no mistério de nossas tentações, quando você some e volta como ondas cada vez mais fortes.
Dói quando fujo e caio no cheiro da cerveja, no ar boêmio de longe de ti quando pairo numa loucura fúnebre que não liberta minhas amarras, que fecha a minha cara e sintoniza meu som na tristeza do poeta que canta.
Numa loucura que deixa as mágoas mais fortes que as certezas.
Loucura que desperta meu vulcão e me embaça a vista quando te vejo. 
Loucura que sofre uma metamorfose triste e não se encaixa em você.
Que grita - nós nos amamos.



Viva o Livre!

Declaro aberto os portões desta Sociedade Alternativa. Sintam-se platéia de um palco cheio de personagens que nem eu sei de onde vieram.
A única coisa que sei é que eles estão dentro de mim e que vão começar a aparecer.

Melhor se acomodar, que a cortina já abriu...

Curiosidades..

Minha foto
"Eu acho legal o pessoal acessar o blog e não deixar um recadinho… É massa, é a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… Porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? Não custa deixar um recadinho falando… legal…"

Seguidores

Eu queria ser poeta. Mais sou apenas um contador de historias.