Você é o curioso...

    contador de acesso grátis
    ...
    ''O direito a ser iguais, quando a diferença nos inferioriza; o direito a ser diferentes, quando a igualdade nos descaracteriza''.

Informação geral.


Depois de algum tempo tendo problemas com o blog, hoje dia 17 de Setempro de 2013 eu consegui arrumar o lealt e o template. Estarei postando alguns textos que já tenho pronto. E para deixar bem claro, todos os textos que aqui são postados são registrados por data e hora de postagem pelo blogspot que faz parte do google.com. Os textos que não são de minha autoria terão o nome do autor em baixo do texto em questão. Já os que não têm nome por logica devera ser os meus. Espero que gostem do blog, e agradeço se puderem comentar as postagens.

Grato: Welder Campos Rodrigues.

Meu setembro doido..



Eu te esperarei numa estação rodoviária com um sorriso largo nos lábios e uma mochila nas costas. Viajaremos sem rumo, sem destino, sem nenhum endereço em mãos.
Não me olhe com essa testa franzida perguntando-se qual é a minha. A minha é a sua. Você consegue mexer aqui dentro de mim. Teu sorriso consegue me acalmar e sua voz trazer sensações estranhas a tona.
Você me tem.
De todas as formas existentes, você me tem. E eu te preciso, seja aqui ou em Paris, eu preciso de você.
E penso sempre em nossos corpos colados, suados, jogados numa cama as 2 horas da manha. (rsrsrs)
Eu penso sempre em você.
E, nossa, em meio a tanto congestionamento e bagunça, você consegue surgir na minha cabeça como algo belo e bom.
Eu amo você.
E é tão bom dizer isso em voz alta, sem negar, sem fazer objeções, sem re-pensar e dizer que não, que não é amor. É amor sim.
É amor quando a gente deixa de ser singular e vira plural, não é?
Daria tudinho por nós. Sinto que você é um agosto embutido nesse meu setembro doido. Você sente também?
Apesar de sermos dois carroceis girando em direções contrárias, sinto que em meio a essas voltas a gente se vê, se olha, se entreolha, se toca com o olhar.
Eu toco você, te beijo, te abraço, te nino.
Eu sei, é loucura. Eu sei que esse é um lago onde eu não sei se é fundo, se dá pé para mim, se vou precisar de boias, de botes, se eu entro ou não.
Eu sei que preciso atravessar essa ponte quebrada sob esse abismo escuro para te ter, para sentir que você também sente.
Ah, como eu queria que você sentisse. Às vezes acho que você também sente essas borboletas esvoaçando no estomago. Às vezes acho que você se perdeu no meio da semana em algum lugar do seu quarto e esqueceu a educação e a sensibilidade no bolso da calça no fundo do seu guarda-roupa.
Eu entendo que de vez-enquanto a gente é assim, meio sim meio não, mas poxa, eu sou o inteiro por você, eu sou o certo, o agora, não o talvez nem o quem sabe.
Então coloca seu ombro nesse esforço e rema comigo. Rema comigo, porque dois é melhor que um, porque dois faz a viajem mais rápido, por mais que eu queria me perder no tempo com você. Rema comigo, porque sozinho esse barquinho de papel fica tão pesado, os remos parecem de chumbo. Rema?
Sou teu colete se o barco furar. Mas o barco não fura se a gente vai junto. Preciso de você para essa viagem dar certo. Preciso dos seus sorrisos se a força faltar.
Preciso saber que não estou só nessa parada, que você está na minha como estou na sua. Preciso saber de uma vez por todas se você vai estar lá embaixo para me pegar, porque é assim que te vejo, como um precipício escuro, em que eu não sei quantos metros há de profundidade, que me atrai de uma maneira absurda, em que eu estou completamente louco para me jogar.

E se eu me jogar, você me pega, me segura, me aperta, me beija, me morde?

[8)][:)]

0 comentários:

Viva o Livre!

Declaro aberto os portões desta Sociedade Alternativa. Sintam-se platéia de um palco cheio de personagens que nem eu sei de onde vieram.
A única coisa que sei é que eles estão dentro de mim e que vão começar a aparecer.

Melhor se acomodar, que a cortina já abriu...

Curiosidades..

Minha foto
"Eu acho legal o pessoal acessar o blog e não deixar um recadinho… É massa, é a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… Porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? Não custa deixar um recadinho falando… legal…"

Seguidores

Blog Archive

Eu queria ser poeta. Mais sou apenas um contador de historias.