Você é o curioso...

    contador de acesso grátis
    ...
    ''O direito a ser iguais, quando a diferença nos inferioriza; o direito a ser diferentes, quando a igualdade nos descaracteriza''.

Informação geral.


Depois de algum tempo tendo problemas com o blog, hoje dia 17 de Setempro de 2013 eu consegui arrumar o lealt e o template. Estarei postando alguns textos que já tenho pronto. E para deixar bem claro, todos os textos que aqui são postados são registrados por data e hora de postagem pelo blogspot que faz parte do google.com. Os textos que não são de minha autoria terão o nome do autor em baixo do texto em questão. Já os que não têm nome por logica devera ser os meus. Espero que gostem do blog, e agradeço se puderem comentar as postagens.

Grato: Welder Campos Rodrigues.

Dingo-bel-dingo-bel




Dingo-bel-dingo-bel: diz a música que todos conhecem e conseguem balbuciar juntos. Enfim, é natal!
É natal e a cidade está enfeitada, cheia de luzes e símbolos de paz, amor, saúde e outras tantas coisas que todos nós almejamos.
As propagandas da tevê são as mais oferteiras possíveis.

Aqui não neva, mas toda chuva que cai é motivo de alegria. Aliás, tudo é motivo de alegria, afinal, é natal.
É natal e os mais variados tipos e tamanhos de Papais Noeis estão por todo lugar. As crianças correm desesperadas tentando alcançar o brinquedo dos sonhos. Os adultos correm apressados pra comprar os presentes e os ingredientes para a tão famosa ceia do dia 25.
Que época mágica, não?
É o que dizem por aí.

Há boatos de que o espirito natalino muda as pessoas, nem que apenas por alguns dias. Talvez seja verdade, talvez não.
Acho que o que muda as pessoas de verdade não é o natal, o Papai Noel ou os sinos a tocarem, mas sim a esperança.
O natal é a época do ano em que o nosso baú de esperança e desejos transborda, por isso nos tornamos pessoas melhores.
A verdade é que tentamos ter um bom coração sempre, mas sempre é um tempo muito extenso e isso nem sempre é possível.

“Se você não se comportar, o Papai Noel não vai passar em seu trenó pra entregar o seu presente”: dizem os adultos às crianças, mesmo não acreditando em nenhuma dessas baboseiras de trenó, Papai Noel, renas e afins. Eles dizem isso porque motiva os nossos pequenos projetos de humanos a serem pessoas boas e com atitudes e pensamentos bons.

O mundo precisa do natal por isso, somente o natal carrega a esperança de uma nação melhor.
O triste é que apenas nesse época do ano é que, finalmente, as pessoas lembram de ser caridosas, amorosas e honestas.
O Papai Noel existe, mesmo que habitando exclusivamente as nossas imaginações, pra nos fazer sonhar e acreditar em algo melhor, por mais que o presente ideal não seja ganho e o sonho não seja realizado.

Dingo-bel-dingo-bel: a musica ainda soa nos nossos ouvidos, como um hino que jamais sairá de moda.
É natal e abraços são sempre bem vindos. É natal e tudo de ruim e triste e feio simplesmente evapora.
É natal!
Cante, ria, dance, comemore, brinde, festeja, sorria, viva um pouco mais.
Há duendes, fadas, esquimós e bonecos de gelo ou bonecos de areia, vai saber.
É natal, mas se você ainda não percebeu, o mundo não se tornou 100% melhor por causa disso. Olhe para os lados com mais atenção e perceba que existe uma criança que não ganhará presente algum.
Você é capaz de ver aquela estrela que brilha triunfante no céu?
Acredite, existe alguém que, mesmo sendo noite de natal, não a enxerga porque está admirando o teto de um hospital. Existem milhares e milhares de pessoas que não sentem essa magia louca de natal.
O Papai Noel não é um bom velhinho como todos dizem, porque ele não é capaz de presentear todos que merecem ser realmente presenteados. Enquanto você vibra por ter um grande peru e um lindo banquete a sua espera, mesmo sendo noite de natal, existem famílias que não tem o que comer.
Sobra boa vontade e falta boas atitudes. Natal é sim, de fato, uma época de arte. O problema é que nem todo mundo sabe como ser um artista. Todos nós podemos e devemos nos tornar um Papai Noel algum dia, nem que ao menos uma vez na vida, e você não precisa contar para ninguém sobre isso.
Não, não quero dizer que todos devem engordar 80 quilos ou vestir uma roupa vermelha enquanto diz Ho-ho-ho-ho. Quero dizer que todos devem inspirar de verdade o espírito natalino e fazer alguém sorrir, ajudar outro alguém sem pedir nada em troca e dar um presente singelo sem esperar receber outro melhor.

O natal serve para que nos aproximemos de nós mesmos, de quem fomos ao longo do ano e de quem pretendemos ser.
Dingo-bel-dingo-bel: a música ainda ecoa pelos corredores do mundo e só então eu posso ter a certeza de que o natal não começa e termina agora.

O natal dura pra sempre.


0 comentários:

Viva o Livre!

Declaro aberto os portões desta Sociedade Alternativa. Sintam-se platéia de um palco cheio de personagens que nem eu sei de onde vieram.
A única coisa que sei é que eles estão dentro de mim e que vão começar a aparecer.

Melhor se acomodar, que a cortina já abriu...

Curiosidades..

Minha foto
"Eu acho legal o pessoal acessar o blog e não deixar um recadinho… É massa, é a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… Porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? Não custa deixar um recadinho falando… legal…"

Seguidores

Blog Archive

Eu queria ser poeta. Mais sou apenas um contador de historias.